Pesquisar este blog

sábado, 9 de julho de 2011

Caixa Econômica Federal não respeita os clientes

Fui tentar imprimir folhas de cheque para minha mãe, que está doente, em uma agência da Caixa, hoje, sábado de manhã, aqui em São José dos Campos. A máquina estava quebrada. Passei em outras duas agências e também não obtive sucesso. Resumo da história:

Agência do Parque Industrial: Terminal quebrado
Agência do Jardim Satélite: Terminal quebrado
Agência Centro: Sem folhas de cheque

Precisa de folhas de cheque para ir ao supermercado no final de semana? Azar o seu, a Caixa não está nem aí.

A Caixa Econômica Federal é um banco cada pior. Caixas automáticos lerdos e velhos, funcionários mal-preparados, que não sabem orientar a fila para passar no detector de metais e muitos funcionários incompetentes para atender o público em geral.

Fui com um amigo outro dia, para ele pagar um empréstimo, na agência do centro de Jacareí. Os funcionários do setor faziam tudo de má-vontade, atendendo sem nenhuma pressa os clientes, parando para conversar esporadicamente, parando para tomar café, rindo e sem nenhum profissionalismo. Ou seja, dane-se o correntista. Se você reclamar, dificilmente vão ser implantadas melhorias.

Na hora de perturbar o cliente com promoções inúteis, oferecer cartões novos e cobrar juros a Caixa sabe. Gastar milhões de reais em propagandas cafonas para passar nas salas de cinema, também. Já investir em um melhor funcionamento das agências, parece que é algo que não é feito. Aliás, o Banco do Brasil é público também e sempre foi mais organizado e funcionou melhor que a Caixa. Por que será?

Em Jacareí, há uma lei que proíbe o uso de telefone celular dentro das agências (lei 5542/2011-leia aqui a matéria). As pessoas falavam sem serem incomodadas pelos seguranças. Estes pareciam mais preocupados em verificar se as pessoas têm chaves nos bolsos na hora de passar pelo detector de metal, mas nada faziam para impedir que as pessoas falassem dentro do celular dentro do banco, o que pode ser usado como instrumento pelos ladrões realizarem assaltos nas saídas das agências.

As coisas precisam mudar neste banco, para ontem.

Comentário do Celso:
Gastando milhões de reais em propaganda na televisão tentando mostrar sua história de banco para o povo, está na hora da CEF se modernizar, acabar ou ser absorvida definitivamente pelo Banco do Brasil pois seu dissserviço e mal atendimento ao seus clientes ou não é público e notório.
Pergunte a quem precisou dos serviços da Caixa para financiar um imóvel: há uma verdadeira máfia de corrupção instalada nesse banco.

5 comentários:

carofo disse...

Iformo : fui impedido de entrar na agencia, sou portador de NEUROESTIMULADOR CEREBRAL por isso não posso passar em portas magneticas. Fui impedido de entrar na agencia de DRACENA- SP e na agencia de ANDRADINA - SP.

Celso F. Araujo disse...

Amigo, seu caso é um prato cheio para uma ação indenizatória por constrangimento contra essa agência, principalmente se você tiver testemunhas.

O Fronteiriço disse...

Isso não é comum. Mas, acontece sim. Temos que entender que o sonho dos bancos é economizar trabalhando com menos funcionário possível. Para isso necessitam automatizar os serviços bancários ao máximo e é essa batalha que não estão conseguindo vencer por causa de FUNCIONÁRIOS ruins que enrrolam em serviço para não cumprirem com suas obrigações. Com certeza a CEF ao ver essas reclamações aqui postadas, vai punir os responsáveis de plantão. Lembrem-se: "As máquinas registram tudo. Até a hora que quebraram". Eu mesmo vou passar o endereço dessas reclamações para a diretoria lá em Brasília, onde tenho amigos no prédio da Diretoria.

Ca Ces disse...

Sou portador de necessidades espciais-uso muleta. Toda vez que vou entrar em determinada agencia da CEF na Ilha do Governador, no bairro do cocotá , me obrigam a passar DETECTOR MANUAL no corpo -aqueles de areporto, boates etc. Além da porta panda e dos seguranças serem despreparados e batem boca com cliente se ele reclama. Processei a agencia supracitada e perdi. Alegar que porta panda é determinação dá até pra fingir que se aceita, agora PASSAR DETECTOR MANUAL sempre numa só pessoa, não!

Ca Ces disse...

Acontece e é muito comum principalmente se os guradas pegarem ''mqarcação'' com cliente. Eu passei por duas cirurgias no pé esquerdo, ainda com parafusos no pé, cheio de dores fui barrado na porta giratoria(mesmo com parafusos no pé e tendo comunicado isso aos seguranças). Alegaram que a muleta era de metal e que por isso a porta travou. Não satisfeitos passaram um DETCETOR DE METAIS MANUAL EM MEU CORPO. Além da dor que se sente há a dor da injustiça - O Juiz federal disse que o procedimento era normal. Voltei na agencia para pagar minhas contas e aconteceu pior: os seguranças bateram boca comigo. Essa agencia fica no cocota, Ilha do Governador-RJ.