Pesquisar este blog

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Email que alerta sobre radares escondidos é falso





Imagem mostra em detalhe o equipamento que estaria camuflado na estrutura do guard-rail. Será que o motorista notaria?


Vira e mexe, circulam pela internet e-mails com fotos como as que você vê nesta página. As mensagens eletrônicas alertam para a existência de radares fotográficos acoplados aos guard-rails ou escondidos dentro de construções que margeiam as vias. A informação vem tão “completa”, que traz 20 endereços de locais onde os detectores de excesso de velocidade ficariam, digamos, disfarçados.




Intrigada com a recorrência desse tipo de e-mail, Autoesporte decidiu sair pelas ruas no melhor estilo “caça pardais”. A primeira medida, claro, foi visitar alguns dos supostos endereços em que estariam os equipamentos. Nada. A viga de um muro de cimento nas proximidades do prédio da editora Globo não guardava nenhuma surpresa, até porque um radar bem visível foi instalado pouco mais para frente.



O radar estaria no pequeno poste e um guarda de trânsito, dentro do furgão, observaria o movimento na via. Foto tem sido enviada por email na internet




Feita a pesquisa de campo, era hora do tira-teima com os órgãos de trânsito. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de São Paulo foram taxativos ao afirmar que isso não existe, que as vias com radares têm de ser evidamente sinalizadas e que os aparelhos não podem ficar escondidos. O radar móvel até fica atrás do guard-rail como forma de proteção contra vandalismo, de acordo com o DER.



No Brasil, a legislação exige sinalização advertindo para a existência de fiscalização eletrônica




O fato é que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou resolução que obriga a sinalização, por placas, da velocidade permitida naquele local e da existência de fiscalização através de radares. A regra ainda estabelece a que distância essa indicação deve estar do equipamento (leia na tabela). Alguns órgãos de controle de tráfego chegam a informar em seus sites os pontos em que os radares estão localizados (caso do próprio DER-SP, por exemplo).




Mas, então, de onde surgiram as imagens que vemos? De acordo com Dhelyo Pereira Rodrigues, presidente da fabricante de radares CSP Controle de Automação, as fotos são de equipamentos instalados na Europa. “Eles já foram usados em países como Alemanha e Suíça. Há lugares que chegam a esconder os radares dentro de cones”, diz Rodrigues. O executivo conta ainda que em outros países, como Portugal, os aparelhos chegam a ficar camuflados em carros. “Se uma BMW azul estiver parada em uma rodovia portuguesa, pode ter certeza de que é um radar”, afirma. No Brasil, até há viaturas com radar, mas elas também têm de ser devidamente identificadas.











Fonte
Comentário do Aurelio:
Fico surpreso em notar como as pessoas repassam qualquer coisa imbecil e falsa nas redes sociais, sem nem ao menos pesquisarem se é algo verídico ou mais um boato da internet. A falta de ceticismo é uma doença grave nos dias de hoje, nos quais os internautas repassam feito idiotas qualquer coisa estúpida sem nenhuma razoabilidade.

Nenhum comentário: