Pesquisar este blog

domingo, 1 de julho de 2012

Brasil compra modernas locomotivas




Conheça a locomotiva de cremalheira mais potente já produzida no mundo. A máquina, que chegará em agosto, faz parte de um projeto de redução de congestionamentos e de emissões de CO2

DIMMI AMORA
DE BRASÍLIA
As locomotivas mais potentes do mundo começam a chegar em agosto para operar no trecho da serra do Mar, em Santos (SP).

Hoje, pela área se transporta principalmente minério. Apenas 60 mil contêineres por ano descem de trem até Santos porque as locomotivas antigas, da década de 1970, estão perdendo a força.

A ideia, com as novas locomotivas, é ir aumentando a quantidade de contêineres transportados por trem, tirando caminhões das estradas.

Segundo a MRS Logística, somente com a operação das locomotivas e uma obra de 12 km de novas linhas que será concluída até o fim do ano, será possível retirar 2.000 caminhões por dia das vias.

Colocados em fila, eles ocupariam 30 km, emitindo CO₂ equivalente ao de 35 mil carros de passeio.

O presidente da MRS, Eduardo Parente, afirma que o gargalo para chegar a Santos começa na via Dutra. "Hoje o transporte por trem demora e, por isso, os caminhões são escolhidos."

As sete locomotivas, compradas por cerca de R$ 130 milhões, carregam, quando usadas em dupla, peso equivalente a 140 elefantes adultos. A força de cada uma equivale à de 84 carros populares.

Mas, para carregar cerca de 1,5 milhão de contêineres, como previsto, três novos trechos de ferrovias precisam ser concluídos até 2014.

É quando a CPTM passará a usar quase toda a capacidade dos trilhos na região central de São Paulo para transportar passageiros.


Nenhum comentário: