Pesquisar este blog

domingo, 22 de maio de 2011

SBT repórter mostra pastor que alega que filha realiza "milagres"

Uma menina de seis anos, filha de pastor da Igreja Pentecostal dos Milagres, faz um "trabalho missionário". Segundo o pai dela, a menina tem o "dom da cura". Para ele, Cristo tem curado diversas pessoas através das orações e do toque das mãos de Alani.
Sugestionando as pessoas através da histeria coletiva, doentes vão até a igreja e, embora muitos em um primeiro momento aleguem que estão curados, na verdade ficam piores depois. É um caso claro de charlatanismo, curandeirismo e exploração de menores. Este pastor deveria ser no mínimo investigado, por usar a filha desta forma, que não tem nenhuma noção do que está acontecendo. A menina sofre uma lavagem cerebral violenta e acredita que cura magicamente as pessoas, o que obviamente não acontece.
Alguns poderiam alegar que existe a liberdade de culto religioso, em nossa constituição. De fato, mas isto não quer dizer que pessoas doentes possam ser enganadas de maneira tão lamentável.
O Ministério Público e o Juizado de Menores deveriam tomar providências.
O programa apresenta um rapaz que tinha câncer e algum tempo depois de ir na igreja, falece. O pastor, cinicamente, diz que lhe faltou fé. Ora, quem deixaria de ter fé de que ficaria bom do câncer?

Vejam o programa e tirem as próprias conclusões:







Comentários do Celso:
Antes de emitir minha opinião, eis algumas constações:

- primeiro vídeo:
a) os pais da menina chegam à "igreja" em uma caminhonete de luxo, foi Jesus que operou tal milagre?
b) a senhora curada e mostrada em torno dos 5 minutos do vídeo tem gesso e ataduras imaculadamente brancas, feitas recentemente;
c) porque somente mulheres caem quando "curadas"? Note que sempre há duas ou mais pessoas antevendo o fato e prontas para aparar a pessoa.
d) seus pais vivem em casa de luxo, vide sófás de couro aos 12 minutos do vídeo;
e) a menina estudo em escola particular e até uma pequena moto elétrica possui;
f) qualquer pessoa que tenha tido seu fêmur quebrado precisa de fisioterapia para caminhar após a calcificação do osso; no te aos 15 minutos que nem gesso a senhora tinha;
g) porque a senhora "que tnha esporão nos pés" não levou um exame de raios-x para comprovar a doença antes da pretensa cura?

- segundo vídeo:
a) então a desculpa para as "curas" que não surtiram efeito foi a falta de fé; se a fé é necessária e quem "opera os milagres é Jesus", assim sendo a menininha é desnecessária, bastava orar pela cura;
b) é óbvio que a senhora com esporão nós pés disse estar curada e sem dor por influência do pastor e pela catarse coletiva dos presentes.

Nossa Constituição permite a liberdade de crenças mas o que vemos nesse vídeo constitui uma série de crimes: exploração da ignorância alheia, desvio de conduta na educação da Aline, prática ilegal da medicina, sem contar o "teatrinho" encenado por vários fiéis.

Fica aqui uma observação: porque não havia, por exemplo, amputados e diabéticos para serem curados?

Nenhum comentário: